ATENÇÃO!
A versão seu navegador é insegura!
Este Site, usa recursos avançados de programação, que seu navegador, por ser muito antigo, não consegue processar corretamente.
Para uma melhor experiência, e segurança, siga as recomendações abaixo.

Por favor, atualize seu navegador, ou instale as versões a seguir:

Google Chrome (recomendado) | Firefox | Internet Explorer 10 ou 11

Clique Aqui, e veja porque é importante manter seu navegador sempre atualizado

Minha ContaCadastrar EmpresaCadastrar Classificado

Artigos

O perigo mora ao lado
O perigo mora ao lado
Moradores e frequentadores da região do Viaduto Bresser, reclamam desde 2015 da grande quantidade de moradores de rua que se apossaram das calçadas e principalmente do Viaduto, na zona leste da capital, área sob a responsabilidade da Prefeitura Regional Mooca. Nos últimos meses tem crescido assustadoramente o número de furtos e assaltos em torno da região. Estudantes, trabalhadores e moradores que usavam o ponto de ônibus próximo ao viaduto, com medo de serem as próximas vítimas, estão desviando seus trajetos e tendo que caminhar mais algumas quadras para usar o transporte público.Quando perguntando sobre o problema do local, o prefeito Doria disse qua já havia removidos alguns barracos sob o viaduto, porém o entorno e a parte de cima, passarela de pedestres, seriam realizadas novas ações. O te...
“Tolerância Zero” para as propagandas ilegais, afirma a nova Prefeita Regional da Penha Fernanda Galdino
“Tolerância Zero” para as propagandas ilegais, afirma a nova Prefeita Regional da Penha Fernanda Galdino
Em visita à redação dos jornais Infoleste e MB Mais Brasil, no último dia 24, a jovem prefeita regional da Penha, Fernanda Galdino(foto), garantiu que terá tolerância zero e irá aumentar a fiscalização na região e punir as pessoas e empresas que estão distribuindo ilegalmente panfletos, publicidade imobiliária e fazendo de maneira irregular descartes de entulhos nos bairros sob a supervisão da PR-Pe.Questionada sobre os buracos e a má conservação das ruas, principalmente em Vila Matilde, a prefeita disse que assumiu recentemente e ainda está recebendo informações mais detalhadas sobre a região e, se intitulando uma guerreira, não irá medir esforços para atender a demanda de zeladoria.Prometeu, em primeira mão, que a próxima ação do Bairro Lindo será na Vila Matilde na Praça Ver.João Aparecido de Pau...
Direitos políticos para quem?
Direitos políticos para quem?
por Eduardo Faria Silva* A votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff seguiu a tendência de votos anunciada pela base aliada do presidente Temer no Senado Federal. Foram 61 votos a favor do impeachment, 20 contrários e nenhuma abstenção, computando-se, assim, sete votos além dos 54 necessários para o afastamento.O Ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, que presidiu a sessão de julgamento, definiu que a votação sobre o afastamento da presidência seria separada da decisão sobre a inabilitação para ocupação de cargos públicos. O procedimento definido por Lewandowski reproduziu o mesmo princípio em relação ao julgamento do ex-presidente Fernando Collor, pois, à época, a renúncia (hoje afastamento) implicou numa votação específica sobre a perda dos direitos...
Impeachment é aprovado e Dilma tem seu mandato cassado
Impeachment é aprovado e Dilma tem seu mandato cassado
Com uma votação confusa e polêmica, o presidente da sessão Ricardo Lewandowski,acatou o pedido do PT e dividiu a votação sobre o Impeachment em duas partes, a cassação do mandato e a inabilitação para exercer funções públicas. Apesar de ter seu mandato cassado, a ex-presidente Dilma Rousseff, manteve seus direitos políticos garantidos e, poderá exercer normalmente cargos públicos. Michel Temer assumi a presidência e tem seu mandato até 31/12/2018.Veja abaixo a lista de como cada Senador votou no processo de cassação do mandato de Dilma Rousseff:Favoráveis ao impeachment:– Acir Gurgacz (PDT-RO)– Aécio Neves (PSDB-MG)– Aloysio Nunes (PSDB-SP)– Álvaro Dias (PV-PR)– Ana Amélia (PP-RS)– Antônio Anastasia (PSDB-MG)– Antônio Valadares (PSB-SE)– Ataídes Oliveira (PSDB-TO)– Benedito de Lira (PP-AL)– Cás...
Saiba como votou cada deputado na cassação de Eduardo Cunha
Saiba como votou cada deputado na cassação de Eduardo Cunha
O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar aprovou nesta terça-feira (14), por 11 votos a favor e 9 contra, o relatório do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) que pede a cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) por quebra de decoro parlamentar. A reunião do Conselho de Ética concluiu nesta tarde, depois de oito meses, o processo contra o presidente afastado da Câmara. Agora o processo precisa ser analisado em plenário. Para que Cunha tenha o mandato cassado, é preciso pelo menos 257 votos, a maioria absoluta dos 513 deputados.Saiba como votaram os titulares por bloco:PMDB/PP/PTB/DEM/PRB/SD/PSC/PHS/PTN/PMN/PRP/PSDC/PEN/PRTBAlberto Filho PMDB/MA- NãoAndré Fufuca PP/MA- NãoMauro Lopes PMDB/MG- NãoNelson Meurer PP/PR- NãoPaulo Azi DEM/BA- SimSérgio Moraes PTB/RS- Nã...
O último a sair apague a luz!
O último a sair apague a luz!
Com duração acima de 20 horas, a sessão do Senado Federal, aprovou hoje (12), por 55 votos a favor e 22 contra, a admissibilidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Com isso, o processo será aberto no Senado e Dilma será afastada do cargo por até 180 dias, a partir da notificação. Os senadores votaram no painel eletrônico. Não houve abstenções. Estavam presentes 78 parlamentares, mas 77 votaram, já que o presidente da Casa, Renan Calheiros, optou por não votar.
Partidos indicam nomes para comissão do impeachment no Senado
Partidos indicam nomes para comissão do impeachment no Senado
Veja o número de vagas de cada bloco:PMDB – 5 vagasPSDB, DEM e PV – 4 vagasPT e PDT – 4 vagasPSB, PPS, PCdoB e Rede – 3 vagasPP, PSD – 3 vagasPR, PTB, PSC, PRB, PTC – 2 vagasSerão titulares do bloco na comissão os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), José Pimentel (PT-CE) e Telmário Mota (PDT-RR).A comissão deverá ser instalada na segunda-feira e deverá ter como presidente o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) e como relator Antonio Anastasia (PSDB-MG).Além de Lira, o PMDB, que tem a maior bancada da Casa, indicou os senadores Rose de Freitas (ES), Simone Tebet (MS), José Maranhão (PB) e Waldemir Moka (MS).O bloco de Oposição --PSDB, DEM e PV-- terá, além de Anastasia, os senadores Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e Ronaldo Caiado (DEM-GO).Foram ainda...
Campanha defende respeito à liberdade de opinião dos brasileiros
Campanha defende respeito à liberdade de opinião dos brasileiros
Campanha defende respeito à liberdade de opinião dos brasileirosPortal Brasil"Na democracia tem espaço para todas as opiniões", afirma uma das postagens nas redes sociais“Não precisa concordar. Basta respeitar.” Essa é a mensagem do governo federal com a campanha #RespeitoBasta, lançada na internet nesta sexta-feira (15). O objetivo é ressaltar para todos os brasileiros e brasileiras que o respeito e a tolerância às diferentes opiniões é condição essencial para o fortalecimento da democracia e para a paz no convívio social.As peças divulgadas nas redes sociais mostram que a liberdade de expressão contempla espaço para todas as opiniões e que diferentes pontos de vista não devem resultar em desrespeito. “Expressar sua opinião não é o mesmo que lutar contra a opinião dos outros”, afirma uma das p...
Processo de impeachment de Dilma chega ao Senado
Processo de impeachment de Dilma chega ao Senado
O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), chegou há pouco ao Senado para entregar ao presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), o parecer da Câmara sobre a admissibilidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, aprovado ontem (17), à noite, pelos deputados. Cunha fará a entrega do documento, aprovado por 367 votos favoráveis. O presidente da Câmara não passou pela entrada onde os jornalistas estão concentrados. Os senadores Romero Jucá (PMDB-RR), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Ana Amélia Lemos (PP-RS) também devem participar do encontro. Pouco antes da chegada de Cunha, técnicos levaram pilhas de documentos do parecer em carrinhos. A partir de agora, cabe a Renan Calheiros ler a comunicação no plenário do Senado e determinar a instalação, em até 48 h...
Grupos marcham ao Congresso para acompanhar votação do impeachment
Grupos marcham ao Congresso para acompanhar votação do impeachment
Manifestantes a favor da presidente Dilma Rousseff marcharam na noite desta segunda-feira (11) até a Alameda dos Estados – policiais do Batalhão de Choque impediram o acesso ao Congresso Nacional – em ato contra o processo que analisa o afastamento da petista. O protesto aconteceu instantes antes de os deputados da comissão do impeachment começarem a votar o parecer sobre o processo. Os parlamentares aprovaram o relatório, por 38 votos a 27.O grupo estava concentrado no Teatro Nacional, a cerca de cinco quilômetros. Eles fecharam duas faixas na descida em direção ao Congresso. De acordo com a Polícia Militar, cerca de 900 pessoas participavam do ato às 19h50. Eles portavam faixas com dizeres como “mexeu com Lula, mexeu comigo” e gritavam “não vai ter golpe”.O agricultor gaúcho João Ribeiro se disse ...
Newsletters
Contatos
Jornal Infoleste
Rua Rio da Bagagem,78 - Vila Matilde - Zona Leste - SP
Tel.: (11) 2653-1806 
e-mail: atendimento@infoleste.com.br