motoboys-1.jpg

3min530

Na próxima terça-feira, 14 de julho, motoboys que trabalham para aplicativos de entrega, autônomos e celetistas de todo o Brasil farão, pela segunda vez no mês, uma paralisação nacional em protesto à precarização de seus direitos trabalhistas. A primeira ocorreu em 1 de julho.

A audiência de conciliação será entre a UGT, o SindimotoSP e as empresas de aplicativos, com a intermediação do Tribunal Regional do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho.

Entre os pontos discutidos estarão: aumento do valor de entrega aos motoboys; aumento do valor pago por quilômetro; redução da jornada; contratação de seguro de vida; equipamentos de proteção, máscaras e álcool em gel; fim dos bloqueios e desligamentos indevidos; e licença remunerada para os contaminados pela Covid19.

A União Geral dos Trabalhadores (UGT), que representa a categoria dos motociclistas em diversos estados do País, apoia a luta desses trabalhadores e faz parte das negociações em São Paulo.

SERVIÇO/PROTESTO:

Na capital paulista, a concentração dos trabalhadores(motoboys e bikeboys) começará às 9h, em frente ao Sindimoto, à Rua Doutor Eurico Rangel, 58 – Brooklin.
De lá, serão definidos os roteiros até o TRT, à Rua da Consolação, 1272.

SindimotoSP, filiado à UGT, convida todas as centrais para o ato, às 16h, no TRT

 

 

Veja mais matérias em nosso portal


irmas-guerreiro.jpg

3min4420

Ótima esposa e excelente avó, Maria Guerreiro, tratava a todos com o maior zelo desse mundo. Guerreira, enfrentou muitas dificuldades na vida, mas nunca desistiu de batalhar e por isso, trabalhou por anos ao lado do companheiro Francisco.

Maria não era uma mãe comum, era uma mãe extraordinária!
* 07/02/1941         + 17/05/2020

 

Com muita garra, criou onze filhos, guiando todos para o caminho do bem. Os filhos, honestos, trabalhadores, eram seu maior orgulho e só lhe trouxeram alegria. Seu coração era enorme. Amava os filhos, netos, bisnetos, tataranetos e quem mais quisesse fazer parte da família. E como gostava de mimar seus netos! Sua paixão era a música, principalmente quando tocada pelos filhos músicos. Amava acompanhá-los em shows. Mesmo depois de sofrer um AVC que afetou sua locomoção e mobilidade do lado esquerdo, ela sempre estava lá para o que fosse necessário. Mesmo cansadinha, com a respiração fraca, ela sempre esteve lá, para fazer um arroz, fritar uma batatinha, passear no shopping. Maria era imbatível. Sabemos que em outro plano ela vai continuar olhando por todos os filhos, netos e bisnetos com orgulho, afirma com saudades a filha. Descanse em paz, Maria. Seu legado, juntamente com o de Francisco, é lindo e nunca será esquecido, principalmente por seus filhos Damaris, Danila, Daniele, Débora, Denner, Dimas, Donati, Demétrius, Denilson, Daniel e Douglas, seus netos, bisnetos e tataranetos e por todos os que tiveram a chance de te conhecer.

A gratidão por tudo o que foi é eterna. Maria nasceu em Marília (SP) e faleceu em São Paulo (SP), aos 79 anos, vítima do novo coronavírus.

 

Veja mais matérias em nosso portal

 



Sobre


O jornal Infoleste surgiu em Maio de 2012, com o propósito de agregar e fortalecer a imprensa regional e, ao mesmo tempo, ser um canal entre a comunidade da Zona Leste e os órgãos públicos, levando até eles as reivindicações da população e trazendo as respostas dos órgãos competentes.


Rua Rio da Bagagem, 78 – Vila Matilde – São Paulo – SP

(11) 2654-0983

atendimento@infoleste.com.br