pastel-1280x853.jpg

3min2890

O NECAV (Núcleo Esperança no Caos Amor pelas Vidas), ONG localizada na Zona Leste/SP, realizou neste mês de março a sua 1ª Festa do Pastel com objetivo de angariar fundos para manter os projetos sociais, que há 4 anos, vem mudando a vida de muitos jovens carentes da região.

Em entrevista à nossa reportagem, o presidente da entidade, Michel Romanovas, fez questão de enfatizar a importância dessa ONG na vida dessas pessoas, pois antes mesmo de criar essa entidade – sem fins lucrativos – ele e sua esposa Márcia Romanovas, já faziam trabalhos voluntários para ajudarem moradores em situação de rua e, através desse trabalho, resolveram criar oficialmente uma ONG e ter seu CNPJ para poder oferecer a outras pessoas muito mais do que comida, como educação, autoestima, qualidade de vida e oportunidades de emprego.

“Fico feliz de ver o resultado de nosso trabalho dando frutos, pois ainda vamos implantar em breve um projeto voltado às mulheres que sofrem ou sofreram violência doméstica, ou que ficaram viúvas e, muitas vezes, não têm condições de criarem seus filhos, muito menos de ter autoestima, divulgaremos como será feito o cadastro através de nossas redes sociais ou pelo nosso site”, concluiu Romanovas vice-presidente da entidade.

O consultor comercial, Wilson Brandão, que faz parte da Diretoria e um dos fundadores do NECAV, convidou nossa reportagem para acompanhar o trabalho social da ONG e informou que a entidade, faz vários trabalhos sociais e que além da alfabetização, aulas de música para jovens, ainda prestam  assistência social à alguns moradores de rua da maior cidade da América Latina.

Boa parte dos ingredientes para a realização desta festa do pastel, foi doada por parceiros e colaboradores da entidade.

Se você quiser conhecer melhor o trabalho do NECAV ou fazer doações, entre em contato pelo site da entidade:
www.necav.com.br


SP-coronavírus.png

1min2630

Nós da SP Regional, a multiplataforma das mídias regionais, estamos também preocupados com a pandemia causada por esse inimigo chamado Coronavírus (Covid-19). Como canais de comunicação e propagadores de informações aos nossos leitores, estamos com uma campanha de utilidade pública para orientação dos procedimentos a serem adotados no combate ao Coronavírus, um deles é o combate às Fake News.

Nunca publique, divulgue ou compartilhe informações que você não tenha certeza da sua veracidade. O momento é sério e não podemos compactuar com as Fake News.

Juntos venceremos esta batalha!


doria-2.jpg

3min3030

O governador João Doria, em coletiva no Palácio dos Bandeirantes neste sábado(21), decretou que a partir da próxima terça-feira (24), todos os bares, restaurantes e lanchonetes do estado de São Paulo, devem fechar as portas e não ter atendimento ao público por 15 dias. Informou ainda que o transporte público, bancos e lotéricas da capital não serão afetados e que terão seus funcionamentos mantidos normalmente.
Poderão funcionar:
Hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas, transporte público, transportadoras, armazéns, empresas de telemarketing, petshops, deliverys, supermercados, mercados e padarias, limpeza pública, postos de combustível e indústrias.

Decreto do governador de SP, João Doria, tem duração de 15 dias, devem permanecer fechados até o dia 7 de abril

Questionado sobre a postura do presidente Bolsonaro quanto a colocação do COVID-19 como uma “gripezinha”, Doria aproveitou para criticar o presidente e dizer que os governadores estão tomando decisões “unilaterais”, porque para ele essa Pandemia não é brincadeira e não podemos perder tempo em tomar atitudes que no futuro serão imprescindíveis em salvar vidas.
Ainda perguntado sobre a expressão usada pelo Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta dizendo que a saúde brasileira entrará em colapso no mês de Abril, o governador explicou que apesar de admirar e respeitar o ministro, ele deve ter se equivocado ao falar isso, pois São Paulo está tomando todas as atitudes de prevenção e, principalmente, de planejamento para que os paulistanos não tenham nenhum motivo para entrarem em pânico.
Doria ainda aproveitou para reforçar a importância das pessoas ficarem em suas casas, evitando assim aglomerações e, com ações da polícia militar, vai aumentar a fiscalização e punir os organizadores de Bailes Funks na periferia da capital e em outras cidades do estado.



Sobre


O jornal Infoleste surgiu em Maio de 2012, com o propósito de agregar e fortalecer a imprensa regional e, ao mesmo tempo, ser um canal entre a comunidade da Zona Leste e os órgãos públicos, levando até eles as reivindicações da população e trazendo as respostas dos órgãos competentes.


Rua Rio da Bagagem, 78 – Vila Matilde – São Paulo – SP

(11) 2654-0983

atendimento@infoleste.com.br