Adriana-no-Centro-SP-1.jpg

4min2550

Adriana Lopes, historiadora dos bairros da zona leste de São Paulo, que em Novembro de 2019, em parceria com a Sociedade Amigos de Vila Matilde, lançaram a bandeira e o brasão do bairro, acaba de conquistar o 1º lugar no “Concurso Placas da Memória Paulistana” com os bairros da Penha e Cangaiba. As pesquisas tiveram início há sete anos com a “Batalha de Confete”, o resgate do carnaval de rua da Vila Esperança.

Adriana Lopes
Historiadora Adriana Lopes no acervo do ESTADÃO/SP

O concurso é do DPH- Departamento de Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultural de São Paulo que premiou os dois bairros com placas que contarão parte da história e serão instaladas em espaços de memória com significado para os moradores da região, diz a historiadora.

Cangaíba

O Cangaiba será premiado com as placas, CANGAÍVA, termo localizado em documentos do século XIX que altera a história do bairro, cuja placa será instalada em um dos mais antigos comércio da região, o Magazine Silvina, e a placa, CACIQUE PIQUEROBI, líder Guaianá e defensor das terras do Cangaiba, à época da Guerra Piratininga, no século XVI, cuja placa será instalada no Parque Linear Tiquatira, nas margens do rio Tiquatira onde viviam as tribos Guaianá de Ururaí.

Penha

Já o bairro da Penha será premiado com as placas, CERVEJA DA PENHA, a primeira cerveja a ser fabricada e comercializada na cidade de São Paulo, em meados do século XIX, a ser instalada no Bar do Jão, tricampeão da Comida di Buteco, e a placa BATALHA DE CONFETE DA VILA ESPERANÇA, o primeiro carnaval de rua da zona leste que surgiu na década de 20, iniciado por imigrantes espanhóis que chegaram à região, com placa a ser instalada no tradicional Ponto de Cultura da Tia Gê, cujo Bloco Chorões da Tia Gê é o mais antigo a desfilar, completando 50 anos de desfile em 2022.

A historiadora está feliz com as pesquisas que possibilitaram a excelente pontuação que a levaram ao 1º lugar do concurso e espera diante do resultado ter apoio da população para a divulgação dessa importante conquista e de apoiadores e patrocinadores para que as pesquisas não se percam e possam ser ferramenta para inclusão cultural e referencial teórico para as futuras gerações.

Veja mais matérias em nosso portal

 

 


Gamelinha-1-e1604418776476.jpg

3min43791

As avenidas Professor Edgar Santos e Bernardino Brito Fonseca de Carvalho, ambas conhecidas como “Gamelinha”, se tornaram pontos estratégicos para criminosos que fazem uma espécie de “blitz” para assaltar motoristas e moradores. Dois vídeos gravados por quem mora na região mostram um arrastão que aconteceu na madrugada da última sexta-feira(30) na via da zona leste de São Paulo.

bandidos na Gamelinha
As avenidas em questão, faz a ligação entre a Radial Leste e, no sentido bairro, a Avenida Itaquera, facilitando assim a fuga dos bandidos e, cada vez mais, deixando os moradores em pânico devido a falta de segurança

As associações de moradores de bairros, solicitam à 3ª Cia do 8º BPM/M, responsável pelo patrulhamento da região, um aumento de viaturas no local, principalmente após às 20h, horário que aumenta o número de moradores chegando em suas residências e, muitas vezes, são vítimas fáceis dos bandidos.

Além dos assaltos à motoristas e ciclistas, a via também é local de rachas que, geralmente, acabam em acidentes graves, pois as faixas são estreitas e próximo aos prédios residenciais, os moradores costumam estacionar seus carros, reduzindo assim uma faixa para trânsito no local.

“Infelizmente a polícia sabe que essa avenida está se tornando um local de recorrentes assaltos, mas ao invés de aumentar o patrulhamento e abordagens, o que aconteceu foi cada vez menos a gente vê viaturas circulando por aqui”, desabafou Maria Clara S. Lopes, moradora da região.

Veja abaixo a matéria que foi divulgada no programa Balanço Geral da RecordTV e no site R7.com

Fonte: Infoleste/RecordTV
Veja mais matérias em nosso portal 

 


laje-2.jpeg

2min30282

Três homens ficaram gravemente feridos após o desabamento da laje de uma residência na rua Adolfo Asson, na Vila Matilde, na zona leste de São Paulo, às 10h20 desta terça-feira (15). Treze viaturas dos bombeiros atenderam a ocorrência e a Defesa Civil Municipal ainda está no local procurando uma quarta vítima entre os escombros da laje.

casa antes
Imagem da casa ANTES do desabamento

 

Como ficou a casa DEPOIS do desabamento

 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma vítima, de 39 anos, foi socorrida com traumatismo craniano e fratura na pelve e encaminhada ao Pronto Socorro do Hospital Santa Marcelina.

A segunda vítima, de 35 anos, foi socorrida com contusão no tornozelo e encaminhada ao Pronto Socorro do Hospital São Matheus. O terceiro ferido, de 25 anos, tem fraturas no braço e foi encaminhado ao Pronto Socorro Ermelino Matarazzo.

O Águia 05 do Grupamento Aéreo da Polícia Militar chegou a ser acionado, porém foi dispensado.

Segundo informações de vizinhos, a casa não tinha nenhum morador atualmente e uma empresa foi contratada para fazer a demolição do imóvel, porém algo deu errado e a laje desabou ferindo os trabalhadores que estavam no local.

 

Fonte: Infoleste / Ig / R7
Veja mais matérias em nosso portal 


DSC_3436-1280x1927.jpg

1min44460

O empresário e jornalista, Alexandre Bueno, que estava no comando da Diretoria Executiva da Sociedade Amigos de Vila Matilde, desde Janeiro de 2016, terminou seu mandato no último dia 31 de Dezembro. A eleição aconteceu em Outubro e o novo presidente é Eliezer Tavares de Mattos (BIRO), empresário gráfico, que ocupava o cargo de vice-presidente da entidade.
“Termino meu mandado na SAVM, entrego pro novo presidente Biro. A palavra que tenho para resumir essa minha passagem de 8 anos pela Diretoria da SAVM é gratidão, por tudo que pude aprender e, dentro das minhas possibilidades, colaborar no crescimento da entidade. Formamos um time de ótimos voluntários e, com muito trabalho e dedicação, conseguimos muitas benfeitorias para o bairro em ações sociais e parcerias. Uma das grandes conquistas é a instalação do elevador de acessibilidade para nossos usuários e frequentadores” concluiu Bueno emocionado com o fim do ciclo.

Biro e Helena, presidente e vice respectivamente, para o Biênio 2020/2021.


Sobre


O jornal Infoleste surgiu em Maio de 2012, com o propósito de agregar e fortalecer a imprensa regional e, ao mesmo tempo, ser um canal entre a comunidade da Zona Leste e os órgãos públicos, levando até eles as reivindicações da população e trazendo as respostas dos órgãos competentes.


Rua Rio da Bagagem, 78 – Vila Matilde – São Paulo – SP

(11) 2654-0983

atendimento@infoleste.com.br