Mudança no rodízio: Paulistanos ficam confusos com novas regras a toda hora

17 de maio de 20205391
"Brincadeira de criança", assim têm sido a opinião de alguns moradores da capital após nova mudança no rodízio de veículos

Diante da nova rotina que os paulistanos estão vivendo, rodízios de veículos, quarentena, isolamento social devido às normas no combate ao Coronavírus, o que tem chamado a atenção, são as idas e vindas com as informações dos órgãos públicos.

“Não deve usar máscara, agora deve usar máscara…”

Desde as secretarias até o ministério da saúde, o que falta é diálogo e planejamento unificado para enfrentar e, de preferência, derrotar esse inimigo invisível que mudou o cotidiano mundial. No começo, em meados de Março, o ministro da saúde, até então “o cara”, Luiz Henrique Mandetta, juntamente com a chamada grande imprensa, falava que não era para as pessoas usarem máscaras, exceto os contaminados e profissionais da saúde.
Agora passado algum tempo, e com mais de 15.000 óbitos, vem o ministério da saúde, novamente acompanhado pela grande impressa e diz que todos devem usar as máscaras ao saírem as ruas ou quando tiver contato com outras pessoas. Já o presidente Jair Bolsonaro, pregava e continua pregando o contrário, pois sempre com seus discursos polêmicos, diz que não é para tanto, que é visível a intenção de alguns políticos e órgãos da imprensa, “estão fazendo histeria e causando pânico nas pessoas”, disse Bolsonaro em vídeo circulado pelas redes sociais.

“Par ou ímpar, agora volta 2 e 1…”

No começo do mês, o prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, decretou um novo tipo de rodízio veicular na ruas da cidade, ao invés do tradicional rodízio válido no centro expandido, o prefeito colocou em prática o sistema “par ou ímpar“, parece brincadeira de criança, mas não é, com isso desde o dia 11 de maio, estava proibido de circular pelas ruas da cidades, em qualquer área da capital, os veículos cuja as placas terminassem em par ou ímpar que fosse o contrário ao dia do mês, ou seja, dia ímpar só pode circular carros com placas finais ímpar, dias pares somente veículos com placas finais pares, válido para todos os dias da semana, incluindo sábado e domingo.
Depois de várias tentativas de cadastramentos de profissionais que teriam direito a isenção do rodízio no site da prefeitura, que por sinal, teve problema e chegou a ficar fora do ar, a prefeitura, sem êxito no projeto, não conseguiu conter a diminuição no isolamento social, que na última segunda-feira(11) ficou em 48%. Agora o prefeito muda novamente de ideia e voltará a partir da próxima segunda-feira(18), o rodízio tradicional, já conhecido pelos paulistanos, que não devem circular no centro expandido das 7h às 10h e das 17h às 20h, veículos com as placas terminadas em 1 e 2 (segunda), 3 e 4(terça), 5 e 6(quarta), 7 e 8(quinta) e 9 e 0(sexta), não havendo rodízio aos finais de semana.

Apesar de estarmos engajados no combate à essa pandemia, fica difícil a população entender qual será a próxima atitude ou decreto das autoridades, que cada hora falam uma coisa e, para alguns já virou brincadeira ou motivo de piadas, “tivemos par ou ímpar, 2 e 1 e quem sabe não vem por aí uma “Amarelinha”, onde os veículos poderão circular de acordo com a cor do carro” ironizou Jorge M. Duarte, morador da zona Leste da cidade.

 

Alexandre Bueno

Jornalista/Editor Geral


One comment

  • Marta Q. Fagundes

    22 de maio de 2020 at 23:17

    enquanto isso os comércios nos bairros da ZL, inclusive na Penha e Vl Matilde estão funcionando sem nenhuma restrição, a prefeitura não fiscaliza nada e, mais uma vez, quem está com sua loja fechada respeitando a quarentena está ficando no prejuízo. Atenção prefeito COVAS poe esses Subprefeitos e funcionários pra trabalharem!

    Reply

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


Sobre


O jornal Infoleste surgiu em Maio de 2012, com o propósito de agregar e fortalecer a imprensa regional e, ao mesmo tempo, ser um canal entre a comunidade da Zona Leste e os órgãos públicos, levando até eles as reivindicações da população e trazendo as respostas dos órgãos competentes.


Rua Rio da Bagagem, 78 – Vila Matilde – São Paulo – SP

(11) 2654-0983

atendimento@infoleste.com.br